0


A dificuldade em receber milho da região Centro-Oeste, principalmente de Mato Grosso, devido ao bloqueio das estradas por caminhoneiros, favoreceu a comercialização do milho paulista e paranaense nos últimos dias.



Segundo pesquisadores do Cepea, o aumento dos fretes associado à retração de produtores de SP, que seguem negociando poucos volumes em cooperativas e cerealistas, levaram compradores a aumentar o valor de suas ofertas, impulsionando as cotações do cereal. Em Campinas (SP), o Indicador ESALQ/BM&FBovespa subiu 2,21% entre 4 e 11 de agosto, fechando a R$ 26,33/saca de 60 quilos no dia 11. 




Fonte: Cepea/Esalq
PATROCINADORES
Anuncie Aqui
Wizard
Sicredi
Metalúrgica Wagner
Wizard Teutônia
Futura Imóveis
Digiserv
Portal Atividade Rural 2019
contato@atividaderural.com.br | Fone: (51) 9135-4200