0


O preço da soja na Bolsa de Cereais de Chicago registrou nesta quinta-feira (07.12) baixa de 10,75 centavos de Dólar no contrato de Janeiro/18 (o mais negociado no momento), fechando em US$ 9,92 por bushel. Os demais vencimentos em destaque da commodity na CBOT também fecharam a sessão com desvalorizações entre 10,00 e 10,75 pontos.



O mercado norte-americano da soja teve mais um dia de fortes perdas nas principais cotações dos futuros, levando o contrato mais vendido a um patamar abaixo dos US$ 10 por bushel. Com foco totalmente voltado para a influência do clima na evolução da safra na América do Sul, nem mesmo a demanda aquecida é capaz de segurar as cotações.“As vendas de exportações semanais para os Estados Unidos até trouxeram um volume de vendas de contratos (soja no papel) considerável e acima do esperado. No entanto, o ritmo atual de contratações da oleaginosa norte-americana tem sido lento e bem abaixo da ascensão necessária para atingir a atual estimativa anual do USDA, de 61,24 MT. Até a última semana, já foram contratas 36,34 MT de soja estadunidense, contra 41,47 no mesmo período em 2016, sendo 12,4% inferior ao ano passado”, afirma a Consultoria AgResource. Os analistas da ARC apontam que o potencial especulativo do mercado se foca exclusivamente nas variações meteorológicas para a América do Sul: “Qualquer indício de uma permanência do padrão seco na Argentina para além de meados de dezembro, deverá colocar sustento aos preços. E da mesma maneira que o cenário oposto também é uma verdade. Chuvas se expandindo sobre as regiões de alerta são tidas como um ponto baixista para os futuros. Manter os olhos abertos em oportunidades é o prudente a ser feito”.




Fonte: Agrolink
PATROCINADORES
Colégio Teutônia
Representações Francesquet
Anuncie Aqui
Metalúrgica Wagner
Samaq Comercial de Máquinas
Digiserv
Futura Imóveis
Alles Gut
Fritz Ordenhadeiras
Wizard Teutônia
Portal Atividade Rural 2018
contato@atividaderural.com.br | Fone: (51) 9135-4200