0


Os nematoides afetam drasticamente o sistema radicular do cafeeiro, onde causam necroses e rachaduras, deixando as raízes com aspecto áspero. A afirmação é feita por Arthur Henrique Cruvinel Carneiro, agrônomo membro do Núcleo de Estudos em Cafeicultura (NECAF) e do Grupo de Estudos em Herbicidas, Plantas Daninhas e Alelopatia (GHPD), em artigo na revista Campo & Negócios.



Desta forma, explica ele, os nematoides reduzem a absorção de água e nutrientes, afetando o desenvolvimento e a produção das plantas, que se tornam fracas, depauperadas e podem morrer. A espécie mais devastadora, aponta o especialista, é a Meloidogyne incógnita.



De acordo com Carneiro, o manejo nutricional (além do efeito no crescimento e na produção das plantas) pode auxiliar no aumento da resistência ou tolerância ao ataque de microrganismos patogênicos. Segundo ele, o uso de silício (Si) tem demonstrado efeito positivo por reduzir a severidade de doenças em diversas culturas, inclusive cafeeiros.



“A indução de resistência utilizando-se o silício surge como opção para o manejo de nematoides na cultura do café. A resistência pode ser incrementada por modificações na anatomia (células da epiderme mais espessas, lignificadas ou silicatadas) e nas propriedades fisiológicas e bioquímicas (produção de substâncias inibidoras ou repelentes), ou simplesmente por alteração das plantas aos ataques das pragas, por meio do aumento de barreiras mecânicas (lignificação ou suberização) e pela indução da síntese de diversos compostos antimicrobianos que agem direta ou indiretamente sobre os nematoides”, explica.



O silício ainda é um elemento com poucas pesquisas na agricultura, mas promete crescer bastante com os novos estudos sobre o seu papel na nutrição de algumas culturas de grande importância comercial. Uma grande diversidade de materiais tem sido utilizada como fonte de Si para as plantas e existem vários produtos comerciais que apresentam Si em sua formulação, utilizando como base o silicato de cálcio. Outra estratégia que o cafeicultor pode adotar é a aplicação do silício via foliar. Muitas empresas estão apostando no uso de silicatos via folhas.



“O Silício contribui substancialmente para fortalecer a estrutura da planta e aumentar a resistência ao acamamento e ao ataque de pragas e doenças, além de diminuir a transpiração. Com todos os benefícios diretos e indiretos proporcionados pela utilização do silício, este elemento pode então aumentar a produtividade das lavouras cafeeiras”, conclui.




Fonte: Agrolink
PATROCINADORES
Wizard
Samaq Comercial de Máquinas
Representações Francesquet
Colégio Teutônia
Metalúrgica Wagner
Digiserv
Wizard Teutônia
Fritz Ordenhadeiras
Futura Imóveis
Alles Gut
Portal Atividade Rural 2018
contato@atividaderural.com.br | Fone: (51) 9135-4200