0


Em função de uma queda na produção de milho local, os avicultores do Rio Grande do Sul planejam importar milho dos Estados Unidos. O estado espera colher cerca de 4,6 milhões de toneladas neste ano – uma queda de 23% se comparado à safra anterior. O estado consome seis milhões de toneladas todos os anos, o que indica um déficit de quase 1,5 milhão de toneladas.



Com a falta de fornecimento da Argentina devido à seca e o alto custo para trazer o produto do Mato Grosso, avicultores gaúchos vão apelar ao milho norte-americano. A Associação Gaúcha de Avicultores confirmou que o primeiro embarque dos Estados Unidos (com 100 mil toneladas) deve chegar já em Abril, de acordo com informações do site Agriculture.com.



“Já estamos tornando a operação viável através de nossos portos e terminais”, disse José Eduardo dos Santos, presidente da Asgav (Associação Gaúcha de Avicultura). Para ele, os preços também influenciaram a decisão. “Nós tivemos a pior produção de milho no Rio Grande do Sul em quase 30 anos e os preços no Mato Grosso são muito altos”, explica.



Para importar de fora do Mercosul, os brasileiros precisam completar um pedido formal. Isso já foi feito e está sob revisão do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. A última vez que a solicitação desse tipo foi aprovada foi em 2016.



O analista da T&F Consultoria Agroeconômica Luiz Pacheco, um consultor radicado em Curitiba, Paraná, acredita que outros estados devem fazer o mesmo, incluindo Santa Catarna. O déficit de milho em Santa Catarina é de 2,5 milhões de toneladas, o que os forçará para importar da Argentina, Paraguai ou Estados Unidos. O etanol também contribui para a escassez.“Além do custo, agora existem quatro plantas de etanol no Mato Grosso e duas estão sendo construídas para competir pelo milho produzido lá”, disse.




Fonte: Agrolink
PATROCINADORES
Wizard
Metalúrgica Wagner
Samaq Comercial de Máquinas
Anuncie Aqui
Representações Francesquet
Fritz Ordenhadeiras
Alles Gut
Digiserv
Wizard Teutônia
Futura Imóveis
Portal Atividade Rural 2018
contato@atividaderural.com.br | Fone: (51) 9135-4200