0


A Embrapa é o universo maior da ciência na agropecuária para dezenas de estudantes. É o ambiente ideal para que os conhecimentos armazenados em sala de aula sejam colocados na prática com a realidade da região. O estudante Valter Frazão, de 23 anos, aluno do décimo período de agronomia na Universidade Federal do Piauí, é um dos exemplos de que a instituição muda a realidade acadêmica de quem passa por aqui.



Com um ano e meio de estágio na área de melhoramento genético do feijão-caupi, Frazão tem sempre uma resposta na ponta da língua quando é perguntado sobre a instituição:”A Embrapa foi a porta de entrada para eu aprender na prática tudo o que vejo na sala de aula”. Além de achar o ambiente agradável e acolhedor, ele destaca no estágio a oportunidade de poder acompanhar o processo de uma pesquisa do “desenvolvimento de uma linhagem até o surgimento da cultivar”.



Valter Frazão está tão empolgado com o estágio que já decidiu. Vai lutar para ser pesquisador no futuro. Para concretizar o sonho, pretende fazer mestrado e doutorado. Mas ele não está sozinho. Inêz Maria Lira, também de 23 anos, e que começou em março de 2018 o estágio de graduação no laboratório de Entomologia da Unidade, diz que o sonho dela é ser cientista. “O objetivo desse meu estágio é para que eu me torne uma cientista no futuro”, sentenciou.



Inêz Maria é estudante do sétimo período de biologia no Instituto Federal de Educação, campus de Teresina. Ela vê a Embrapa como uma instituição organizada, gosta do ambiente e mira na área de entomologia para ganhar a vida no futuro como pesquisadora. A estudante participou em março deste ano do treinamento de ambientação sobre as normas funcionais da Embrapa, realizado pelo Setor de Gestão de Pessoas, em Teresina.



Coordenado e facilitado pela analista Graça Lira, com o apoio do assistente Carlos Araújo, o treinamento reuniu 40 estudantes, no auditório central, e teve uma carga horária de 8 horas. Também em março último, cinco estudantes participaram de um treinamento com o mesmo foco e carga horária na UEP do município de Parnaíba.



Em Teresina, o evento foi aberto pelo chefe geral da Unidade, Luiz Fernando Leite, que falou da importância do estágio e da oportunidade de os estudantes estarem na Embrapa. Em seguida, foi exibido um vídeo institucional da empresa e uma apresentação mostrando a estrutura física e organizacional da Embrapa em todo o País.



Este ano o treinamento ganhou mais corpo e teve mais três temas: Gestão da biblioteca (Orlane da Silva Maia), Segurança da Informação (João Ricardo de Miranda Neto) e Gestão da Marca Embrapa (Luciana Fernandes). A Embrapa Meio-Norte tem hoje 94 jovens vinculados a estágios de graduação e de pós-graduação.




Fonte: Embrapa
PATROCINADORES
Anuncie Aqui
Representações Francesquet
Samaq Comercial de Máquinas
Colégio Teutônia
Metalúrgica Wagner
Futura Imóveis
Alles Gut
Digiserv
Wizard Teutônia
Fritz Ordenhadeiras
Portal Atividade Rural 2018
contato@atividaderural.com.br | Fone: (51) 9135-4200