0


O Paraguai pode alcançar uma produção de soja de aproximadamente 10 milhões de toneladas no ciclo 2017/2018, um volume levemente menor que da safra anterior, segundo a Câmara Paraguaia de Exportadores e Comercializadores de Cereais (Capeco).



O quatro exportador mundial de soja já colheu aproximadamente 3,4 milhões de hectares que foram semeadas no final de 2017 e espera iniciar a colheita dos lotes tardios em algumas semanas. No ciclo 2016/2017, a produção alcançou um recorde de 10,3 milhões de toneladas, segundo números também da Capeco.



“Acredito que safra está entre 9,2 e 9,4 milhões de toneladas, mas a safrinha que ainda não se começou a colher. Estimamos que com a safrinha vamos superar os 10 milhões de toneladas, o que é um bom resultado”, disse a Reuters o presidente da Capeco, José Berea.



“Cerca de 300 mil hectares, ao início, foram afetadas pelo problema de chuvas se não tivéssemos tido um rendimento superior ao do ano passado”, acrescentou.



O Paraguai tem a soja e a carne como principais fontes de renda. Exporta cerca de 60% da soja que produz e o restante em 40% em forma de farelo ou óleo processado no país. Os principais destinos das exportações de soja são Europa e Rússia, sendo que se estima que dois milhões de toneladas iriam a Argentina neste ano para processamento em função da queda na produção devido a seca deste ano. A Argentina é o maior processador mundial de farelo e óleo de soja e neste ano importou volumes recorde da oleaginosa também do Brasil e dos Estados Unidos.




Fonte: Agrolink
PATROCINADORES
Samaq Comercial de Máquinas
Anuncie Aqui
Metalúrgica Wagner
Wizard
Colégio Teutônia
Digiserv
Alles Gut
Fritz Ordenhadeiras
Wizard Teutônia
Futura Imóveis
Portal Atividade Rural 2018
contato@atividaderural.com.br | Fone: (51) 9135-4200