0


O quadro de delegados da Dália Alimentos passará por uma reestruturação. Este foi um dos principais assuntos abordados durante o Encontro Semestral de Delegados, realizado nos dias 26 e 27 de julho, na SCREC, em Encantado. Participaram 137 delegados que representam as 4,2 mil famílias associadas nos 130 municípios de abrangência da cooperativa. Os delegados foram distribuídos em dois grupos: no primeiro dia participaram líderes das regiões de Anta Gorda, Encantado, Guaporé e Serafina Corrêa e no segundo dia os representantes das regiões de Arroio do Meio, Progresso, Candelária e Júlio de Castilhos



A nova reestruturação dos grupos, que deverá estar concluída em 30 dias, foi apresentada pelo presidente do Conselho de Administração, Gilberto Antônio Piccinini, e consiste em agrupar os associados geograficamente, conforme a proximidade de moradia e localização. Com base nisso, será realizado um mapeamento através do georreferenciamento, com utilização do Google Earth e, por meio desta plataforma será possível reunir os associados conforme adjacência, elencando, desta maneira, o delegado mais próximo de cada produtor. Cada grupo terá no máximo 40 e no mínimo dez associados.



O trabalho consiste, ainda, em reunir os dados cadastrais de cada associado no sistema geral utilizado pela cooperativa, o TOVTS. As etapas se dividem em: atualizar a base de dados existente, informando a cada produtor qual o delegado mais próximo; implementar o sistema georreferenciamento para que todos os novos produtores sejam inseridos em grupos conforme circunvizinhança com o delegado e criar uma ferramenta de consulta dos dados cadastrais. “Isso permitirá que a distribuição de cada delegado fique mais próxima de seus associados havendo melhor separação e mapeamento”, explica Piccinini.



O trabalho será desenvolvido neste ano e começará a ser aplicado assim que estiver concluído. “Será um trabalho importante, que irá facilitar a comunicação entre cooperativa, delegado e associado; afinal, o papel do delegado é ser uma liderança em sua comunidade, sendo um elo entre cooperativa e Conselho”, pontua o presidente.



Contratos de produção



Outro tema abordado foi em relação aos Contratos de Produção, tanto para o segmento suínos quanto leite. Os contratos foram implementados neste ano, seguindo modelo adotado em outras empresas e objetivam atender à legislação e também padronizar e fidelizar a relação entre associado e cooperativa. “Contrato quer estabilidade e adoção de um padrão adotado pela maioria das empresas, gerando maior senso de responsabilidade entre cooperativa e produtor”, explica Piccinini.



Panorama sobre o mercado



Um panorama com a demonstração dos resultados de exercício, no período entre janeiro e junho de 2018, foi apresentado pelo presidente Executivo, Carlos Alberto de Figueiredo Freitas. Ele abordou a receita operacional bruta até o momento e quais as perspectivas para os mercados das carnes e leite. Freitas falou que, embora as adversidades encontradas, é preciso manter uma abordagem realista e otimista, enxergar as ameaças e também as oportunidades. “Embora tudo o que vem ocorrendo, a instabilidade econômica e política do país, a Dália Alimentos encontra-se numa situação favorável e estável”.



Em relação ao mercado das carnes, citou que foi drasticamente prejudicado em função das operações Carne Fraca e Trapaça, ocasionando redução nas exportações e fechando mercados. Sobre o leite, disse que apresenta boa fase em virtude do período de entressafra.





 




Fonte: Redação AI/SI
PATROCINADORES
Samaq Comercial de Máquinas
Representações Francesquet
Anuncie Aqui
Metalúrgica Wagner
Colégio Teutônia
Digiserv
Wizard Teutônia
Fritz Ordenhadeiras
Alles Gut
Futura Imóveis
Portal Atividade Rural 2018
contato@atividaderural.com.br | Fone: (51) 9135-4200