0


O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) publicou normas para a importação de sêmen suíno dos países do Mercosul. Outras normas tratam ainda de equídeos (temporária e definitiva), de bovinos e bubalinos para reprodução, além de embriões bovinos, in vivo (do ventre da mãe) e in vitro  



As cinco instruções normativas (34, 35, 36, 37 e 38) foram publicadas no Diário Oficial da União desta quarta-feira (01), e trazem as exigências zoosanitárias a serem cumpridas pelos países do Bloco (Argentina, Paraguai, Uruguai) e associados. Os benefícios são proporcionar maior segurança sanitária e a facilitação do comércio.



Para o setor de suínos, a nova norma traz uma atualização dos requisitos zoossanitários para a importação de sêmen suíno congelado, cuja regra vigorava há mais de 15 anos.O país exportador deverá comprovar que o material genético está negativo para febre aftosa e para as principais doenças dos suínos.





 




Fonte: Redação AI/SI
PATROCINADORES
Wizard
Representações Francesquet
Colégio Teutônia
Metalúrgica Wagner
Samaq Comercial de Máquinas
Alles Gut
Futura Imóveis
Wizard Teutônia
Fritz Ordenhadeiras
Digiserv
Portal Atividade Rural 2018
contato@atividaderural.com.br | Fone: (51) 9135-4200