0


Empresas do ramo de combate a lagartas estão investindo no uso baculovírus para o combate das Spodoptera frugiperda. De acordo com o pesquisador Geraldo Papa, professor-doutor da Universidade Estadual Paulista (Unesp) e integrante da equipe de cientistas colaboradores da AgBiTech Brasil, o uso dos baculovírus potencializam os efeitos dos defensivos químicos, pois diminuem o número de aplicações e garantem um maior período de controle. 



“Os baculovírus trazem mais eficácia ao controle da Spodoptera. Reduzem o número de aplicações de químicos e prolongam o período de controle da população dessa lagarta que é hoje um dos ‘gargalos’ da agricultura. Há produtos que estão enchendo os olhos dos pesquisadores, principalmente pela seriedade adotada em seu desenvolvimento”, comenta. 



Segundo o diretor geral da AgBiTech para a América Latina, Adriano Vilas-Boas, a empresa decidiu investir fortemente no Brasil, e está direcionando seus esforços para disponibilizar o máximo possível dessa tecnologia para os agricultores brasileiros. Ainda, ele diz que estão sendo preparados os lançamentos de outros lagarticidas para serem usados intercalados com os baculovirus. 



“Nossos trabalhos de pesquisa e desenvolvimento buscam o ‘manejo inteligente’ de lagartas. O aumento da pressão de pragas previsto por pesquisadores, e o desafio de produzir alimentos em um país tropical como o Brasil, demandam a introdução de novas ferramentas tecnológicas. Produtos com modos de ação distintos e perfil sustentável, como os baculovírus, terão mais relevância.”, finaliza Vilas-Boas. 




Fonte: Agrolink
PATROCINADORES
Colégio Teutônia
Representações Francesquet
Samaq Comercial de Máquinas
Wizard
Anuncie Aqui
Futura Imóveis
Wizard Teutônia
Digiserv
Alles Gut
Fritz Ordenhadeiras
Portal Atividade Rural 2018
contato@atividaderural.com.br | Fone: (51) 9135-4200