0


O Brasil registrou um total de 24,96 milhões de toneladas de fertilizantes fosfatatos importados durante o ano de 2018, segundo dados indicados por um levantamento que foi realizado pelo Globalfert. De acordo com o seu boletim informativo, a consultoria indicou também que a maior parte deles vieram do outro lado do oceano. 



Nesse cenário, o boletim do Globalfert mostrou que a maioria dos fosfatatos importados pelo Brasil veio da Rússia, Canadá, Bielorússia, China, Israel, Marrocos, Argélia, Egito, Alemanha e Estados Unidos. Dadas essas informações, é possível afirmar que a maior parte desse produto é originária do Marrocos, que representa 25% do total da compra feita pelo Brasil. 



Além disso, grande parte vem da Rússia, representando 14% do total, os Estados Unidos venderam uma parcela de 13%, enquanto a Arábia Saudita ficou responsável por um percentual de 12% do montante. Outros países também tiveram uma parcela considerável nessa equação, como o Egito com 12% e Israel com 9% do total dos fertilizantes fosfatados importados pelo Brasil. 



Os principais países exportadores de MAP foram o Marrocos, a Rússia, os Estados Unidos e a Arábia Saudita, com uma porcentagem de 27%, 24%, 18% e 20% do total para esse tipo de produto, respectivamente. No caso do DAP, os Estados Unidos representaram mais da metade de todo o produto exportado, com uma fatia que corresponde a 52%, seguido pelo Marrocos, com 35%. 



Já levando em consideração o SSP veio, em maior parte, do Egito (56%) e Israel (30%). Com o TSP, China exportou cerca de 20% e Israel 20%. 




Fonte: Agrolink
PATROCINADORES
Anuncie Aqui
Sicredi
Wizard
Metalúrgica Wagner
Wizard Teutônia
Futura Imóveis
Digiserv
Portal Atividade Rural 2019
contato@atividaderural.com.br | Fone: (51) 9135-4200