0


Resultado de imagem para frango carneO setor avícola europeu teceu críticas ao acordo comercial, anunciado na última sexta-feira (28), em Bruxelas, entre o Mercosul e a União Europeia. Em nota, a AVEC – entidade porta-voz do setor produtivo de frango na Europa – apontou que o Brasil será o maior beneficiado pela medida, uma vez que já exporta em torno de 500 mil toneladas ao ano para os países do bloco. A entidade ainda apontou que a carne de frango brasileira não cumpre as mesmas medidas rigorosas que os produtores europeus.



De acordo com a AVEC, “recompensar o Brasil com quotas adicionais significativas para exportar carne de frango para a UE é totalmente inaceitável”. Em um ponto de vista, a associação afirma que os consumidores serão prejudicados, uma vez que desejam saber a origem da carne que consomem. Isso porque a maior parte do produto oriundo do Brasil é destinada a restaurantes e cantinas, onde a indicação de origem da carne não é obrigatória.



Outro ponto, segundo a entidade, é que a possível remessa de mais produto brasileiro é um risco também para mais de 300 mil pessoas que trabalham no setor avícola europeu. “As perdas de emprego decorrentes deste contrato terão impacto significativo nas áreas rurais onde a maioria desses empregos está localizada”, afirma a entidade.



A Avicultura Industrial questionou a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), na manhã desta segunda-feira (1º), sobre as críticas da entidade europeia ao frango brasileiro. A resposta será publicada assim que a entidade nacional se posicionar.



 






 



Fonte: Redação AI/SI
PATROCINADORES
Sicredi
Anuncie Aqui
Metalúrgica Wagner
Wizard
Futura Imóveis
Wizard Teutônia
Digiserv
Portal Atividade Rural 2019
contato@atividaderural.com.br | Fone: (51) 9135-4200