0


Alguns anos atrás, os cientistas ficaram surpresos ao descobrir que os receptores de luz nas plantas não eram apenas condensados em folhas, flores e caules, mas também nas raízes. No entanto, eles ficaram se questionando como elas podem perceber a luz das raízes se estão enterradas em um “mundo sombrio”. 



Uma resposta veio da Universidade Nacional de Seul, na Coréia do Sul, onde Hyo-Jun Lee e seus colegas realizaram um experimento interessante no qual usaram uma planta conhecida como Arabidopsis thaliana, pequena, com flores e um membro da família de mostarda. O trabalho foi publicado na revista Science Signaling, que dedicou a capa a destacar a descoberta. 



Os cientistas notaram que a luz viaja através do caule das plantas e, ao atingir os receptores de luz das raízes, conhecidas como fitocromos, é estimulada a produção de uma proteína (HY5) associada ao crescimento das raízes. Para verificar se eram realmente ondas de luz que viajavam até as raízes e não substâncias químicas, os cientistas brincaram para estimular a planta com substâncias como sacarose, mas confirmaram que isso não se refletia no crescimento das raízes. 



“Verificou-se que a luz vermelha se move de maneira mais eficiente pelas plantas. Os comprimentos de onda longos dessa luz podem ser favoráveis porque podem viajar além dos comprimentos de onda azuis e verdes mais curtos”, disse Lee à New Scientist. 



Em seu trabalho, cientistas coreanos alertaram que novos estudos são necessários para confirmar definitivamente suas descobertas. Embora tenham testado e descartado sinais químicos diferentes que possam servir de ponte entre os receptores de luz das folhas e as raízes do tronco, eles não descartam outros intermediários. Embora confirme ou descarte essa conclusão, o artigo lembra que as plantas são organismos muito mais complexos do que a maioria das pessoas supõe. 




Fonte: agrolink
PATROCINADORES
Metalúrgica Wagner
Anuncie Aqui
Sicredi
Wizard
Wizard Teutônia
Futura Imóveis
Digiserv
Portal Atividade Rural 2019
contato@atividaderural.com.br | Fone: (51) 9135-4200