0


Uma espécie de vespa pode ser um inimigo natural para a lagarta-do-cartucho. Em um estudo recentemente publicado, liderado pelo Centro de Agricultura e Biociência Internacional (CABI), os pesquisadores avaliaram, em condições de laboratório, o efeito da vespa endoparasitóide, Coccygidium luteum, no consumo de folhas das larvas de lagarta-do-cartucho.  



O artigo descobriu que a taxa de consumo de folhas pelas larvas da lagarta caiu gradualmente e diminuiu em comparação com larvas não-parasitadas, com uma redução de 89% no consumo geral. Uma pesquisa realizada em Gana em 2018 identificou C. luteum como um dos principais inimigos naturais da lagarta e também foi identificada no Quênia e na Tanzânia como um parasitóide comum. 



A vespa está amplamente distribuída na África, tendo sido registrada em 20 países em todo o continente. No entanto, há um conhecimento limitado da eficácia dos inimigos naturais nativos da lagarta-do-cartucho de queda e seu uso potencial no manejo integrado de pragas (MIP). A lagarta invasora ataca mais de 100 espécies de plantas, incluindo arroz, sorgo e cana-de-açúcar, mas prefere o milho. 



"Os resultados deste estudo mostram que esta vespa, C. luteum , é capaz de reduzir a taxa de consumo de folhas de verme do outono no milho", disse o principal autor do estudo, Lakpo Koku Agboyi, cientista do projeto CABI. "Dado que está presente nas sub-regiões ocidental, central, oriental e meridional da África, poderia ser considerado um potencial candidato a parasitóide para estratégias de biocontrole aumentativas e de conservação contra lagarta do outono", acrescentou. 




Fonte: agrolink
PATROCINADORES
Wizard
Sicredi
Anuncie Aqui
Metalúrgica Metalarte
Metalúrgica Wagner
Digiserv
Futura Imóveis
Wizard Teutônia
Portal Atividade Rural 2020
contato@atividaderural.com.br | Fone: (51) 9135-4200