0


Produtor ganhou um aliado importante para o manejo da mancha-alvo: o fungicida Aumenax®,



A mancha-alvo, doença causada pelo fungo Corynespora cassiicola que ataca mais de 500 espécies de plantas pelo mundo, se tornou uma das piores ameaças para a agricultura, especialmente nos climas tropicais. No Brasil, é uma das principais doenças dos cultivos de soja e algodão na atualidade, o fungo que ocorre em diversos cultivos é disseminado através das sementes e sobrevive nos restos culturais na entressafra.







“Após a instalação dos novos cultivos e sob condições ambientais favoráveis, o fungo pode infectar praticamente todas as partes das plantas, porém os sintomas mais importantes ocorrem nas folhas, com lesões necróticas com centro mais escuro, semelhantes a um ‘alvo’, podendo os sintomas variar entre cultivares e principalmente em espécies de plantas”, afirma o Dr. em Fitopatologia Nédio Rodrigo Tormen, Diretor Técnico do Phytus Group.



De acordo com o especialista, dependendo das condições climáticas e do cultivar, a doença pode evoluir rapidamente e causar desfolha precoce nas plantas, reduzindo drasticamente a capacidade fotossintética e, por consequência, a capacidade de produção: “Em condições experimentais e sob infecção natural a doença tem causado reduções de produtividade de até 30%, que pode significar em torno de 15 a 25 sacos de soja por hectare nos padrões de produtividade atuais. Em áreas comerciais, estimamos que a redução de produtividade tem atingido até 15 sacos por hectare se o manejo não for feito de forma adequada”.



As alternativas de controle com maior impacto sobre a doença, segundo Tormen, são a utilização de sementes livres do patógeno, tratamento de sementes, rotação de culturas com gramíneas, uso de cultivares menos sensíveis e aplicação de fungicidas em parte aérea. “Entretanto, dificilmente o produtor consegue utilizar todas essas práticas, o que tem tornado a aplicação de fungicidas um componente indispensável para proteger o potencial produtivo das lavouras”, ressalta.



Nesse contexto, o produtor ganhou um aliado importante para o manejo da mancha-alvo: o fungicida Aumenax®, lançado na safra 2019/2020 pela BASF e que já está disponível para o agricultor. O produto, que é recomendado para o controle das principais doenças da soja – incluindo a ferrugem asiática, possui como diferencial a excelente distribuição nas folhas e uma formulação líquida de baixa dosagem, fácil uso e diluição, sem causar o entupimento nas pontas do pulverizador.



Dr. Nédio Tormen conta que já trabalhou com o fungicida Aumenax® e que a solução tem se mostrado uma “boa ferramenta para o manejo da mancha-alvo na cultura da soja. Esse fungicida é composto pelos ingredientes ativos fluxapiroxade e oxicloreto de cobre e tem obtido bons níveis de eficiência nos experimentos voltados para o controle da mancha-alvo no estado de Goiás”.



O pesquisador concluiu recentemente seu mestrado sobre essa doença e revela que é muito importante, o “acompanhamento da evolução da eficiência dos fungicidas ao longo dos anos, pois o fungo Corynespora cassiicola já desenvolveu resistência contra os fungicidas do grupo dos benzimidazóis e precisa ser realizado o monitoramento constante para os demais grupos de fungicidas, devido a importância dessa evolução por parte das equipes técnicas responsáveis pelo manejo”, conclui o pesquisador.






 





 





Fonte: agrolink
PATROCINADORES
Wizard
Sicredi
Anuncie Aqui
Metalúrgica Metalarte
Metalúrgica Wagner
Wizard Teutônia
Digiserv
Futura Imóveis
Portal Atividade Rural 2020
contato@atividaderural.com.br | Fone: (51) 9135-4200